Plantando Consciência

Há uma sensação muito boa quando pensamentos inovadores atingem ressonância – quando reverberam e têm, assim, a chance de forjar novas formas de conhecimento.

Ainda de forma bastante subliminar, estamos vivendo um momento em que um  curioso debate sobre o papel da consciência no desenvolvimento das sociedades está  ganhando repercussão. E são várias as áreas do conhecimento que participam dessa discussão,  numa tentativa de ultrapassar a  visão dualista do mundo:  desde a física e a biologia, até as  artes e os movimentos sociais.

Se Daniel Pinchbeck, autor do  livro 2012: o ano da profecia maia é uma das vozes nesse movimento, ele certamente não está sozinho. Ao  “conversar” com  diversos outros pensadores  em seu livro (a bibliografia é de mais de  170 obras), Pinchbeck apresenta um raixo-X de nossa era e inevitavelmente desperta no leitor a curiosidade acerca  de um amplo leque de temas relacionados.  É quase impossível não se interessar pelo trabalho de Terrence MacKenna , Fritjof Capra e Herbert Marcuse,  pelas obras de Allen Ginsberg e deWilliam Blake ou pela mitologia mesoamericana.

A proposta deste blog segue ideia similar, ou seja, introduz não somente assuntos ligados diretamente ao livro de Pinchbeck, como também apresenta outros pensadores que participam da mudança paradigmática que vivemos. Um dos portais que também está na linha de frente na difusão de ideias férteis e questionamentos bem fundamentados nesse momento de transição é o Plantando Consciência (www.plantandoconsciencia.org / www.plantandoconsciencia.wordpress.com) .

Segundo os autores,  o site “se propõe a distribuir um kit básico com os primeiros passos para esta delicada e frutífera tarefa de jardinagem mental. Nós cedemos as sementes, as instruções para o plantio e os nutrientes vitais. Você entra com o terreno fértil e os cuidados diários. E o século XXI deve então, finalmente, florescer”.

Vale a pena acompanhar o trabalho do Plantando Consciência, que recentemente publicou um apanhado sobre  a obra do físico Amit Goswami e promoverá, em outubro, a exibição do documentário 2012: tempos de mudança de João Amorim na Matilha Cultural (www.matilhacultural.com.br).

One response

  1. LOVELY!

    beijos a todos…
    Marcelo e Eduardo

    September 30, 2010 at 1:07 am

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s